O romance secreto entre Kennedy e Audrey Hepburn

Um livro revela a relação secreta que mantiveram o presidente norte-americano e a atriz. E como John F. Kennedy tentou conquistar, em vão, Sophia Loren.
.

O livro de Christopher Anderson "Jack e Jackie: Retrato de um Casamento Americano" revela que o romance entre John F. Kennedy e Audrey Hepburn, pela sua clandestinidade, era muito intenso. A obra de 1996, em que se detalha esta relação, é agora reeditada e renovada numa versão eletrónica.

Para o seu livro, Anderson realizou entrevistas com fontes próximas dos Kennedy e foi junto delas que percebeu que a estrela de filmes como "Boneca de Luxo" ou "Sabrina" era para o presidente americano "simplesmente requintada". Aparentemente, Kennedy foi seduzido pelo lado sexy e atrevido de Hepburn, que lhe mostrava uma faceta muito diferente daquela que tinha em público. E que se pautava por ser muito formal e elegante, tal como encarnava as personagens dos seus filmes. Estas novas revelações da obra são um exclusivo do jornal Daily Mail.

"Lembro-me de Audrey Hepburn e lembro-me como todo o gabinete ficou impressionado quando ela entrou. Era graciosa como um cisne e levava um guarda-chuva vermelho, muito longo e fino", recorda Mary Gallagher, então secretária do gabinete de Kennedy. Quando conheceu a atriz, John Kennedy era ainda um jovem senador e ela tinha acabado de ganhar um Óscar com o filme "Férias em Roma" e estava a filmar "Sabrina".

Segundo o livro, Hepburn era "extremamente inteligente, educada e engraçada". O autor escreve que a atriz "tinha um riso contagioso que podia ser visto no cinema, mas também um lado sexy que o público nunca viu".

Outra das revelações feitas pelo autor, é como o presidente americano tentou, duas vezes e sem sucesso, ter um caso com a atriz italiana Sophia Loren. Tinha ela então 24 anos e estava na crista da onda. Sophia tinha na altura rejeitado uma proposta de casamento do seu parceiro de elenco, Gary Grant, para se casar com o produtor Carlo Ponti.

Através de um amigo senador, Kennedy terá tentado levá-la a jantar na sua residência em Georgetown, mas ela recusou. Também a tentou convidar pessoalmente mas a atriz voltou a recusar. "Ele não aceitou o não e continuou a tentar", confessou o senador George Smathers anos depois.

Mas não foi só Hepburn que se tornou amante de Kennedy. Além dela, outras atrizes como Anita Ekberg ou Marlene Dietrich
e, claro, Marilyn Monroe tiveram casos com ele.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG