"Nap bar". O negócio das sestas chegou a Madrid

Por três euros é possível descansar meia hora num quarto privado

Com o negócio em questão a envolver a sesta, pode parecer estranho que o primeiro "nap bar" (bar de sestas, numa tradução literal) ou "siestódromo" de Madrid tenha sido inspirado por ideias já concretizadas no Japão, apesar de também já existirem modelos de negócio semelhantes na Bélgica e na Argentina.

María Estrella Jorro de Inza, proprietária do Siesta and Go, o primeiro negócio em Espanha a oferecer aos seus clientes a oportunidade de tirar algum tempo para dormir, ou simplesmente descansar, a meio do dia, ou entre atividades, explica: "Numa viagem que fiz [ao Japão] descobri que existiam várias opções. Centros de descanso para homens, mulheres e mistos".

Decidiu então importar a ideia para a capital espanhola. Os preços a variam dependendo do que o cliente deseja. Um sofá? Meia hora por 1,5 euros. Uma cama num beliche custa 2 euros, também durante 30 minutos, e o mesmo tempo num quarto privado custa três euros.

"Depois da entrada do cliente ser registada no computador, há um período de cortesia de cinco minutos para ele se acomodar", explicou María de Inza ao El País.

O Siesta and Go oferece chinelos e camisas de dormir, além de café, jornais, livros e ligação grátis à Internet. No entanto, não existem despertadores, mas sim um funcionário que acorda os clientes à hora combinada.

A empresa, que vai crescendo "lentamente", situa-se numa zona empresarial de Madrid e tem 19 camas no seu espaço, mas só teve lotação esgotada uma vez.

Já o gerente do espaço, Johan Grillo, explicou que o cliente típico tem entre "30 e 45 anos" e que o número de homens e mulheres a usufruir do serviço é bastante semelhante.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG