Nevou na "porta para o deserto" do Saara

A neve chegou aos 40 centímetros na cidade de Ain Sefra, no norte argelino. Imagens captadas por fotógrafo amador

O deserto mais quente do mundo - Saara - ficou coberto de neve no passado fim de semana, em Ain Sefra, município localizado na província de Naâma, no norte da Argélia.

Com temperaturas a rondar um grau celsius, os argelinos divertiram-se a construir bonecos de neve e a escorregar pelas dunas na cidade conhecida como "a porta para o deserto", com neve que chegou aos 40 centímetros aproximadamente, antes de derreter, conta o Express.

Um fotógrafo amador de Ain Sefra partilhou no Facebook imagens da única cidade da Argélia "que combina quatro quadros contrastantes", referindo-se às várias cores que a natureza traz ao local.

Em dezembro de 2016, nevou também nesta zona - que se encontra entre o deserto e a cordilheira do Atlas -, mas não tão intensamente como este ano.

Antes disso, só há 39 anos - a 18 de fevereiro de 1979 - testemunharam os habitantes de Ain Sefra uma queda de neve, que durou apenas meia hora.

Nos meses de julho e agosto, a região tem temperaturas médias de 35-37 graus, enquanto em janeiro a média é de 6 graus, podendo também chegar aos -0.3 graus.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG