Mulher de 83 anos atropelada por polícia da escolta do príncipe William

O casal mantém-se em contacto com a mulher que se encontra hospitalizada.

Na segunda-feira, o príncipe William e Kate viajavam de Londres para Windsor, para participarem numa cerimónia religiosa, quando, em Richmond, por volta das 12:50, ocorreu o acidente: um polícia que seguia numa mota na escolta atropelou uma mulher de 83 anos, de nome Irene Mayor.

A mulher foi assistida no local pelos paramédicos levada para o hospital em estado crítico mas já se encontra estabilizada. Irene Mayor, viúva e avó, terá ficado "bastante ferida", disse a sua neta, Fiona, ao Daily Mirror.

O Palácio de Kensington afirma que o casal, que não se assistiu ao acidente, está "profundamente preocupado e triste" com Irene e já lhe enviou flores. O porta-voz do palácio disse: "Suas altezas reais já enviaram os votos de boas melhoras a Irene e à sua família e vão ficar em contacto com eles durante toda a recuperação".

Entretando, o Independent Office of Police Conduct (IOPC) está a investigar as circunstâncias em que o acidente ocorreu, tal como é habitual. "A investigação está na sua fase inicial, estamos a ouvir as testemunhas", revelou um porta-voz do IOPC.

Segundo o The Guardian , este é o quarto acidente envolvendo veículos de algum dos membros da família real em apenas sete meses.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG