Mulher condenada a uma semana na prisão por agredir empregada

O marido também lhe bateu mas só conhecerá a pena mais tarde

Uma mulher foi hoje condenada, em Singapura, a uma semana de prisão por ter dado um estalo e agarrado o pescoço à empregada doméstica.

A vítima, filipina, trabalhava para o casal desde outubro de 2014, mas a 20 de janeiro do ano passado, um incidente de maus tratos acabou com a colaboração.

De acordo com os documentos do tribunal citados pelo Strait Times, nessa noite, o patrão agarrou a empregada pela camisola e arrastou-a para o quarto, acusando-a de ter roubado comida, pois ouvira-a a abrir o frigorífico e a ligar o micro-ondas. A mulher juntou-se à agressão, enquanto ambos enumeravam todas as coisas mal feitas anteriormente. O homem deu-lhe um estalo na cara, deu-lhe um murro no estômago e outro no peito; a mulher agarrou-a pelo pescoço.

Com dores, a empregada não se conseguiu levantar quando lhe ordenaram que o fizesse, pelo que foi agredida mais uma vez.

Os patrões deram-se como culpados numa audiência anterior. Aliás, o homem confessou ainda agressões em três outras situações: em novembro de 2014 e em janeiro de 2015.

A mulher conheceu hoje a sentença, mas o marido só conhecerá a sua a 19 de fevereiro.

O casal já tinha concordado em pagar mil dólares à empregada, mas os procuradores consideraram que esse valor era insuficiente, uma vez que a vítima ficou desempregada, pelo que pediram 4,800 dólares.

A empregada ganhava 400 dólares por mês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG