Mulher abre porta de avião e passeia na asa. "Precisava apanhar ar"

O episódio insólito aconteceu num Boeing 737 no aeroporto de Kiev, na Ucrânia. A passageira, que viajava com marido e filhos, arrisca uma multa "excecionalmente alta".

Ficar retido num avião, enquanto algum problema técnico é resolvido, não é agradável mas por norma o bom senso impede os passageiros de ações como abrir as portas da aeronave. Não foi o que aconteceu na Ucrânia quando uma mulher decidiu que o melhor a fazer seria abrir uma saída de emergência e dar um passeio na asa do avião.

Um vídeo de um minuto foi divulgado em que se vê a mulher, vestida com um top branco e calças rosa claro, a caminhar na asa, com uma série de pessoas espantadas no Aeroporto Internacional Boryspil, em Kiev, enquanto assistiam à situação que terminou com a passageira a ser chamada de volta a bordo pela tripulação do avião.


A passageira não identificada, que viajava num voo da Ukraine International Airlines de Antalya, na Turquia, para a capital ucraniana com o marido e os filhos, terá sido escutada a bordo a dizer que estava "muito quente" e precisava de apanhar ar.

A caminhada não autorizada na asa do Boeing 737 já levou a que fosse banida de todos os voos futuros da UIA.

Numa nota de imprensa, a companhia aérea refere que, além do seu pessoal, seguranças do aeroporto e polícias compareceram ao local, tal como médicos que determinaram que a mulher "não estava sob efeito de álcool ou drogas".

A companhia aérea ucraniana criticou a passageira por dar um "exemplo" inadequado, realçando que pode ser sujeita a "uma penalidade financeira excecionalmente alta na forma de multa".

Um porta-voz do Aeroporto Internacional Boryspil não quis comentar o incidente, ocorrido em 31 de agosto.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG