Motorista da Uber salva adolescente de tráfico humano

Jovem era obrigada a prostituir-se e o motorista percebeu

Um motorista da Uber de Elk Grove, na Califórnia, ajudou a salvar uma adolescente de uma rede de tráfico humano. Keith Avila estava a levar três mulheres e percebeu, pela conversa delas, que as duas mais velhas estavam a obrigar a jovem de 16 anos a prostituir-se.

O motorista deixou-as no destino - um hotel - e chamou logo à polícia. Por sorte tinha ouvido o número do quarto em que a adolescente se ia encontrar com o cliente e deu-o às autoridades.

"Elas começaram a falar à minha frente, como se eu não estivesse aqui", contou o motorista no vídeo que transmitido em direto para o Facebook logo após a polícia ter chegado ao local.

A meio do caminho, o motorista ouviu as mulheres a darem conselhos à adolescente sobre como se comportar no quarto e a dizerem-lhe para pedir o dinheiro no princípio e percebeu que se tratava de um caso de tráfico humano sexual infantil.

"Era uma menina", disse o motorista, que acreditava que vítima tinha 12 anos quando gravou o vídeo. "Podias ver nos olhos dela que era muito inocente e insegura e só estava a seguir as ordens das outras duas", continuou.

"Conseguem acreditar? É inacreditável. Nem sei o que dizer. De forma alguma isto vai acontecer à minha frente e eu vou ficar calado", continuou.

A polícia encontrou a menor a fazer sexo com um homem, identificado como Disney Vang, que foi preso no momento.

A jovem foi resgatada e levada para um abrigo e as duas mulheres que estavam com ela, Destiny Pettway, de 25 anos, e Maria Westly, de 31, também foram detidas e acusadas de exploração social.

Avila contou à Univision que em nenhum momento pensou em ficar de braços cruzados. "Nunca pensei que fosse uma opção. Ouvi o que elas disseram e foi como um instinto", explicou.

O vídeo de Avila no Facebook foi visto mais de 180 mil vezes e milhares de pessoas elogiaram o homem nos comentários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG