Morreu mulher que saltou da ponte para escapar a ataque terrorista

Mulher romena que se atirou ao rio Tamisa quando o atacante atropelou um grupo de peões na ponte, não resistiu aos ferimentos.

Subiu para cinco o número de vítimas mortais do atentado de Westminster Bridge (Londres). Andreea Cristea, a mulher romena que se terá atirado ao rio Tamisa para não ser atropelada, morreu na sequência dos ferimentos sofridos durante a queda, confirmou esta sexta-feira a polícia britânica.

Andreea Cristea tinha sido resgatada das águas do rio depois do ataque levado a cabo por Khalid Masood. Em comunicado, a família de Cristea descreveu-a como "o raio de sol que para sempre brilhará nos nossos corações" e anunciou que vai doar para caridade o dinheiro angariado para a ajudar desde o dia do ataque.

No dia 22 de março, um homem atropelou várias pessoas na ponte de Londres, na tentativa de entrar no Parlamento. No imediato, quatro pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas. Entre os mortos está uma mulher que era casada com um português.

O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico e o atacante, identificado como sendo Khalid Masood, foi abatido pela polícia. E, segundo a Scotland Yard, os serviços britânicos conseguiram anular 13 tentativas de atentado desde junho de 2013 no Reino Unido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG