Militares da GNR destacados na Grécia resgatam 19 pessoas na ilha de Chios

Unidade de Controlo Costeiro da GNR salvou 19 pessoas perto de Empórios, das quais quatro crianças, com idades compreendidas entre os 5 e 8 anos, uma mulher, e 14 homens, dos 18 aos 60 anos.

Os militares da Unidade de Controlo Costeiro da GNR destacados na ilha de Chios, na Grécia, resgataram 19 pessoas perto de Empórios, numa ação de vigilância junto à costa, revelou a corporação.

Em comunicado, a GNR explica que, no decorrer da ação de vigilância, os militares destacados no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex) detetaram uma embarcação de borracha com cerca de quatro metros e com excesso de lotação.

"Os militares da GNR que efetuavam o patrulhamento marítimo naquela área intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 19 pessoas, das quais quatro crianças, com idades compreendidas entre os cinco e os oito anos, uma mulher, e 14 homens, com idades compreendidas entre 18 e os 60 anos", explica a GNR.

Uma das crianças, de cinco anos, estava ferida num pé e foi assistida no local pelos militares.

"Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Chios", acrescenta.

Nesta missão da Frontex, a GNR desenvolve ações nas fronteiras terrestres e marítimas com a finalidade de prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços.

Só este ano, a GNR efetuou cerca 790 patrulhas, percorreu cerca de 66 mil quilómetros e 5 000 milhas náuticas, tendo detetado 218 embarcações e auxiliado 2 107 pessoas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG