Mergulhador "engolido" por uma baleia na África do Sul

O cetáceo libertou o mergulhador numa questão de segundos

Rainer Schimpf, 51 anos, organiza excursões de mergulho na África do Sul. E no mês passado, quase foi engolido por uma baleia, conta o The Telegraph. O operador turístico mergulhou no porto Elizabeth Harbor para fotografar animais marinhos que se alimentam de sardinhas, quando uma baleia Bryde abriu a boca e o engoliu. No entanto, Schimpf saiu ileso: susteve a respiração até a baleia mergulhar novamente e o cuspir.

Entre uma ação e a outra passaram apenas alguns segundos, conta quem assistiu ao episódio. O mergulhador saiu da boca do mamífero da família dos balenopterídeos quase imediatamente, embora a baleia Bryde habitualmente mergulhe de cinco a 15 minutos atingindo até 1000 pés, segundo a Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera.

"Não havia tempo para ter medo ou qualquer outra emoção", disse Schimpf. "Eu soube instantaneamente o que tinha acontecido. Eu sabia que uma baleia me tinha engolido, por isso sustive a respiração, assumindo que ela iria mergulhar de novo e cuspir-me em algum lado nas profundezas do Oceano Índico", acrescentou.

O momento foi captado e partilhado nas redes sociais por um fotógrafo que se encontrava perto do local.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG