Mensagens íntimas de Jeff Bezos vendidas pelo irmão da amante

Tabloide "National Enquirer" terá pago 200 mil dólares a Michael Sanchez para obter as mensagens e fotos trocadas entre a irmã, Lauren Sanchez, e o homem mais rico do mundo.

O rumor já não é novo, mas foi agora trazido a público pelo Wall Street Journal , que assegura que Jeff Bezos acabou por ser "traído" pelo irmão da amante.

Segundo aquela publicação, o tabloide National Enquirer pagou 200 mil dólares (cerca de 175 mil euros) a Michael Sanchez pelas mensagens de texto e pelas fotos trocadas entre o homem mais rico do mundo e a antiga apresentadora de TV Lauren Sanchez, com a qual mantém uma relação.

As notícias do caso extraconjugal de Bezos surgiram por altura do divórcio do CEO da Amazon com MacKenzie Tutles, escritora com a qual esteve casado 25 anos, em janeiro passado.

Bezos, que é também o dono do jornal The Washington Post (WP), acusou o National Enquirer de chantagem e apontou motivações políticas, já que o tabloide pertence ao grupo American Media Inc., liderado por David Pecker, amigo e apoiante de Donald Trump.

O presidente dos Estados Unidos é um forte crítico do WP, jornal que apelida de "inimigo do povo" e ao qual acusa de ser fonte de "notícias falsas" sobre a sua presidência - sobretudo em relação às suas alegadas ligações ao regime da Arábia Saudita, investigadas pelo jornal na sequência da morte do antigo colunista do WP Jamal Khashoggi, no consulado saudita em Istambul.

Na sequência da exposição das mensagens que trocou com a apresentadora Lauren Sanchez, o milionário Jeff Bezos, com uma fortuna estimada pela Forbes em 98 mil milhões de euros, pagou uma investigação privada para tentar descobrir a origem dessa "fuga". E o investigador responsável, Gavin de Becker, chegou ao nome de Michael Sanchez, irmão da antiga apresentadora e um apoiante de Donald Trump.

Segundo o The Wall Street Journal, Michael, um produtor e empresário de famosos, terá recebido 200 mil dólares por obter as mensagens de texto de Bezos para a irmã e as ter passado para o National Enquirer. Contactado pelo jornal, Michael Sanchez recusou-se a alimentar "velhos rumores de tabloides".

Exclusivos