O menino da "camisola de plástico" vai conhecer Messi

A Federação Afegã de Futebol vai marcar um encontro entre o menino afegão de 5 anos e a estrela de futebol Lionel Messi

O menino com uma camisola de Lionel Messi feita de um saco de plástico vai finalmente cumprir o seu sonho e conhecer o seu herói. Murtaza Ahmadi tornou-se conhecido quando uma fotografia sua com a camisola improvisada foi divulgada nas redes sociais, no início do ano.

Após uma campanha no Twitter para descobrir a identidade do menino e o seu paradeiro, ele foi identificado como Murtaza Ahmadi, um menino de cinco anos que vive numa aldeia no Afeganistão.

Este sábado, a Federação Afegã de Futebol afirmou que pretendia planear um encontro entre Murtaza e Messi. Segundo o comunicado publicado no site "a federação contactou Messi, a estrela mundial de futebol, e o encontro está para breve".

O pai de Murtaza, Arif Ahmadim contou à CNN que o menino sempre quis ter uma camisola do seu jogador preferido, porque "ele ama futebol e o Messi", mas como eles vivem numa aldeia pobre e era impossível comprar o equipamento, o irmão mais velho pintou a palavra "Messi" e o número "10" num saco azul e branco e deu-lho. "Ele chorou e pediu a t-shirt durante dias até o irmão Hamayon lhe fazer uma", contou.

A hipótese de Murtaza conhecer Messi alegrou a família toda e o menino tornou-se numa espécie de celebridade na aldeia onde vive. "Estou muito feliz por ele ser famoso. Ele está muito feliz pelas suas fotografias estarem em todo o lado", afirmou o pai. "Ele quer ser jogador de futebol no futuro e ir à escola".

O jogador argentino que recebeu a quinta Bola de Ouro este ano também se interessou pela história do menino. Os fãs de Messi que partilharam a fotografia de Murtaza no Twitter contaram que, quando a identidade do menino ainda era desconhecida, "a equipa" de Lionel Messi os contactou e tentou saber quem era a criança, porque o jogador queria "arranjar algo" para ele.

Exclusivos