Media são o inimigo do povo? Porta-voz de Trump não o nega e jornalista sai da sala

Jim Acosta, da CNN, abandonou conferência de imprensa depois de Sarah Huckabee Sanders recusar confirmar que os jornalistas não são o inimigo do povo, como o presidente dos EUA tem repetido.

"Estou aqui para falar em nome do presidente. Ele deixou claros os seus comentários", disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, depois de ser pressionada pelo jornalista da CNN Jim Acosta a dizer que os media não são o inimigo do povo norte-americano, como o presidente Donald Trump tem repetido.

Acosta, que tem sido alvo da hostilidade dos apoiantes do presidente, saiu da conferência de imprensa antes de esta acabar. "Saí antes do fim do briefing porque estou muito triste com o que acabou de acontecer. Sarah Sanders teve inúmeras oportunidades para dizer que a imprensa não é o inimigo e ela não fez isso. Vergonhoso", escreveu no Twitter.

Na quarta-feira, Trump partilhou nesta mesma rede social uma mensagem do seu filho, Eric, com um vídeo a mostrar os seus apoiantes num comício em Tampa, na Florida, a atacar verbalmente Acosta.

Sarah Sanders recusou dizer que os media não são o inimigo dos norte-americanos, acusando a imprensa de a ter insultado pessoalmente. Recordando o jantar da Associação de Correspondentes da Casa Branca deste ano, lembrou: "Vocês trouxeram um comediante para atacar a minha aparência e chamaram-me traidora ao meu próprio género", disse. E informou que é a primeira assessora de imprensa da Casa Branca a precisar da proteção dos serviços secretos.

"Todos passamos pela trituradora e tu não és exceção, e peço desculpa pelo que te aconteceu. Desejava que não tivesse acontecido", disse Acosta. "Mas para o bem desta sala, das pessoas que estão nesta sala, desta democracia, deste país... o presidente dos EUA não se devia referir a nós como o inimigo do povo. A própria filha reconheceu isso, e o que estou a pedir, Sarah, é que o reconheças aqui e agora", acrescentou. Ela não o fez.

Questionada sobre se achava que os media eram o inimigo do povo num evento da Axios no Newseum, em Washington, a filha mais velha de Trump, Ivanka, respondeu "Não, não acho."

O pai já reagiu no Twitter: "Perguntaram à minha filha Ivanka se os media são ou não o inimigo do povo. Ela corretamente disse que não. São as fake news, que é uma grande percentagem dos media, que são o inimigo do povo!"

Exclusivos