Maria, 17 meses, já apareceu. Foi levada quando roubaram carro ao pai

A criança estava no interior da viatura quando o assaltante fugiu. Após três horas de angústia, foi encontrada sã e salva.

Foi um grande alívio para os pais quando Maria Tudorica, 17 meses, apareceu três horas depois de ter sido levada por um homem que roubou o automóvel do seu pai, em Newham, Londres. A criança estava no banco dianteiro de passageiro enquanto pai, romeno, falava com um potencial comprador do carro, um Audi A5. O indivíduo acabou por entrar no veículo e arrancar com a criança ao lado. Eram 16.35 de domingo.

Durante três horas, a polícia britânica encetou buscas pela menina e pela viatura, tendo difundido alertas para os meios de comunicação social com a foto da criança. A criança e o carro foram encontrados a cerca de um quilómetro do local de onde tinha desaparecido. A Metropolitan Police confirmou no Twitter que a criança já estava a salvo.

Gheorghe Stelica, tio de Maria, disse que se sentiu "como se tivesse nascido de novo" com a notícia de que a sua sobrinha tinha sido encontrada. "Sinto que sou um homem novo. O meu irmão está feliz e agradece muito à polícia pelo serviço prestado", afirmou.

O automóvel pertence a este romeno que vive em Londres. Por ter um compromisso, pediu ao irmão para se encontrar com o homem que dizia estar interessado na aquisição da valiosa viatura. "Coloquei o carro à venda hoje e um homem ligou. Não parecia suspeito ao telefone, falava muito bem", explicou, citado pela BBC, acrescentando que perante a insistência do homem em ver o carro no dia, pediu ao irmão para ir mostrá-lo.

O homem que levou o carro é descrito como asiático e vestido com roupas pretas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG