Manual do perfeito jihadista: evitar roupa nova e perfume, mas não todos

'Orientações de segurança para lobos solitários mujaedines e pequenas células' é um manual de 58 páginas escrito originalmente em árabe.

Na capa, o manual mostra edifícios de estilo ocidental em chamas. O seu objetivo é preparar os jihadistas que pretendem fazer ataques no Ocidente a passarem despercebidos.

Evitar roupas novas, têm é de combinar

"Pareça sempre um turista ou um viajante normal", refere o documento Orientações de segurança para lobos solitários mujaedines e pequenas céluas noticiado ontem pelo jornal britânico The Telegraph e elaborado pelo Estado Islâmico. "Façam as cores combinar umas com as outras. Usar uma camisola vermelha ou amarela com calças pretas vai chamar a atenção para vocês como alguém que não está habituada a usar este tipo de roupas", pode ler-se no mesmo guia. "Também não é preciso usar roupas novas, o que também poderá ser suspeito. Alguns irmãos gostam de comprar todas as roupas novas, da cabeça aos pés, incluindo sapatos, mas isso pode chamar muita atenção".

Perfumas, mas com cuidado com o que usam

Este manual, originalmente escrito em árabe e depois traduzido para inglês para os "irmãos que não falam árabe", dá outras instruções para que os jihadistas "não se pareçam com um muçulmano". Dá mesmo indicações sobre que tipo de "perfume" um homem deverá usar. "Se quiserem usar perfume durante a vossa viagem, não usem o perfume, não alcoólico, oleoso que os muçulmanos usam. Usem o perfume genérico alcoólico que toda a gente usa. E se são homens, usem um perfume para homem", refere o manual de instruções do Estado Islâmico agora conhecido.

Relógios, cruzes e outros adereços

O uso de acessórios pelos ocidentais também não foi esquecido pelo Estado Islâmico. Como uma cruz ao pescoço. "É permitido o uso de um colar com uma cruz critã. Como sabem, os cristãos - ou mesmo ateus ocidentais com raízes cristãs - usam cruzes nos seus colares", lê-se do manual, que deixa uma chamada de tenção sobre este item. "Mas não usem um colar com uma cruz se tiverem um nome muçulmano no passaporte. Pode parecer estranho". E por falar em estranho, do manual constam ainda algumas indicações peculiares: "Se estão a usar relógio, não o usem no pulso direito, por ser sinal que são religiosos" ou "Se usam um anel de noivado ou algo do género, é melhor ser de ouro, ou melhor, não usar nenhum. Um anel de prata pode indicar que são religiosos, pois o islão proíbe aos homens o uso de anéis de ouro".

O melhor é mesmo ir ao cabeleireiro

No que diz respeito ao aspeto exterior do jihadista, a barba e o cabelo não devem também ser descurados, diz o manual. "As vossas barbas devem ser cortadas pelo menos duas semanas antes de viajarem para que a pele debaixo da barba possa apanhar sol. Se não fizerem assim, o facto de terem tirado a barba será facilmente percetível", indica o manual. "Se conseguirem cortar o cabelo num cabeleireiro profissional, façam-no também".

Menos orações e mais idas à discoteca

Uma das melhores formas para planear um atentado terrorista sem chamar a atenção é, refere o manual, numa discoteca. "Uma discoteca, por causa da música alta, as pessoas alcoolizadas, e a multidão, pode na verdade ser um bom local para discutir de forma secreta os detalhes de uma operação". No documento é ainda aconselhado evitar as idas à mesquita para rezar.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG