Make America Great Again era o tema do casamento. E até Trump apareceu

Casal de New Jersey fez do slogan de campanha do presidente o tema do seu casamento e recebeu a visita inesperada do milionário que foi recebido como uma estrela do rock.

PJ Mongelli e Nicole Marie são os maiores fãs de Donald Trump. O casal de New Jersey até escolheu o Trump National Golf Club de Bedminster, propriedade do atual presidente dos EUA, para celebrar o casamento. O mesmo local onde em 2017 PJ pediu Nicole em casamento. Não espanta por isso que os dois tenham escolhido para o casamento o tema MAGA: Make America Great Again - o slogan de campanha de Trump nas presidenciais de 2016.

E se é verdade que os noivos não hesitaram em enviar vários convites ao presidente, poucos acreditariam que este ia mesmo aparecer. Mas foi o que aconteceu, deixando de boca aberta tanto o casal como os 230 convidados. Nicole apressou-se a dar um abraço a Trump, que posou para a fotografia com os noivos.

A verdade é que aquele era o cenário perfeito para o presidente se sentir em casa. Até a hashtag oficial do casamento era #magawedding e o evento foi anunciado através de #MakeMarriageGreatAgain. À chegada, os convidados eram recebidos por bandeiras onde se lia "Trump 2020" e cada um deles recebeu uma barra de chocolate a imitar uma barra de ouro, com o nome do presidente gravado.

Claro que neste ambiente, mal Trump apareceu foi recebido em euforia, como uma verdadeira estrela de rock, com todos os convidados a entoarem "EUA, EUA, EUA!" E não faltaram fotos a inundar as redes sociais, todas com a hashtag #Trump2020keepamericagreat.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.