Novo caso de violação coletiva em Bilbau: três detidos por violarem uma mulher durante três dias

Mulher brasileira foi convidada para uma festa num apartamento, onde acabou por ser violada repetidas vezes por vários homens. Só este ano já houve 55 casos de agressões sexuais em grupo em Espanha.

É mais um caso de violação coletiva em Bilbau, no País Basco: três homens, com idades compreendidas entre os 33 e os 36 anos, foram detidos, por suspeitas de terem violado uma mulher durante três dias, num apartamento, no bairro de Atxuri. Um outro homem foi levado para a esquadra, mas acabou por sair em liberdade.

A mulher, brasileira, de 25 anos, foi convidada para uma festa numa casa, na sexta-feira à noite, onde acabou por ser sequestrada e violada durante três dias.

A vítima, que não conhecia os suspeitos, contou que foi-lhe dada uma bebida quando chegou à referida casa, que deveria conter alguma droga, uma vez que terá perdido a consciência ao fim de pouco tempo.

Entre sexta-feira e domingo, a mulher foi mantida em cativeiro pelos quatro homens e violada, tendo apresentado queixa no Hospital de Basurto, onde foi assistida, depois de ter sido resgata do apartamento por conhecidos da família.

Segundo o El País, a mulher terá conseguido entrar em contacto com o irmão, que vive no Brasil, através do telefone de um dos sequestradores. Terá sido o irmão a estabelecer o contacto com conhecidos que residem em Bilbau, e que acabaram por libertar a mulher.

De acordo com a polícia do País Basco, a mulher terá conseguido sair do cativeiro com o apoio dessas pessoas, depois de prometer não denunciar os agressores. Não terão existido incidentes durante a negociação, mas a vítima diz que se recorda de ver armas de fogo dentro de casa.

Os quatro suspeitos foram detidos por sequestro e agressões sexuais, tendo um deles saído em liberdade.

Em agosto, seis homens, de origem magrebina e com idades entre os 18 e os 36 anos, foram detidos pela polícia basca, acusados da violação em grupo da jovem, no Parque Etxebarria, em Bilbau. Nesse caso, a jovem tinha marcado através das redes sociais um encontro com apenas um dos homens e, quando viu que se tratava de um grupo, tentou fugir,mas um dos indivíduos correu atrás dela e obrigou-a a ir com ele até ao sítio onde estava o resto do grupo.

147 violações coletivas em Espanha

Desde 2016, registaram-se 147 casos de agressões sexuais ou violação em grupo em Espanha, de acordo com o Geo Violencia Sexual. Nos últimos dois anos, assistiu-se a um aumento brutal destas situações no país: 18 em 2016, 14 em 2017, 60 em 2018 e 55 em 2019 (até à data).

Entretanto, o Ajuntamento de Bilbau já manifestou "máxima condenação" e "profunda indignação" pelo ataque deste fim de semana. Numa declaração conjunta com outras entidades, referiu o seu "mais sincero apoio à mulher" vítima de sequestro e agressão", destacando que o crime envolve "um ataque à integridade física e moral e, consequentemente, uma violação grave e intolerável dos direitos humanos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG