Lutadora japonesa de wrestling morre aos 22 anos

Hana Kimura, profissional japonesa de luta livre, morreu aos 22 anos. Queixou-se nas redes sociais de ser vítima de cyberbullying.

Hana Kimura, lutadora japonesa de wrestling, morreu este sábado, aos 22 anos. Desconhece-se a causa de morte. Segundo a BBC, nos últimos dias, publicou uma série de post "preocupantes" nas redes sociais, dando a entender que era vítima de cyberbullying. A última história do Instagram, sexta-feira, tem uma foto sua com o gato e a legenda: "adeus".

Kimura apareceu recentemente no reality show japonês da Netflix, Terrace House, entretanto suspenso devido à covid-19. Venceu o prémio Fighting Spirit de 2019 do Stardom Wrestling, organização japonesa que promove a luta feminina.

A Stardom Wrestling confirmou a morte no Twitter e pediu aos fãs que respeitassem este momento. ""Por favor, sejam respeitosos e se permitam algum tempo para processar a notícia. Mantenham a família e os amigos dela em seus pensamentos e orações"

A mãe de Kimura era também uma lutadora bem conhecida, Kyoko Kimura.

Sexta-feira, Hana Kimura, postou imagens de automutilação no Twitter, com mensagens que estão a ser entendidas como uma despedida. Terá sido vítima de centenas de tweets críticos todos os dias.

Fãs e figuras do setor manifestaram-se contra o cyberbullying e seu impacto na saúde mental.""Espero que isso sirva como um alerta de que as interações nas rede sociais podem ter um efeito sério na saúde mental de qualquer pessoa, não importa quem elas sejam", escreveu o jornalista de luta livre Adam Pacitti.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG