Luta a bordo obriga avião a aterrar de emergência

O avião ia para Inglaterra mas teve de aterrar na Turquia por causa da confusão a bordo

Um avião que fazia a ligação entre Beirute, no Líbano, e Londres, em Inglaterra, foi obrigado a desviar-se da rota e aterrar em Istambul, na Turquia, esta quarta-feira, após dois passageiros se terem envolvido em confrontos a bordo da aeronave. O confronto físico foi filmado por um terceiro passageiro, que partilhou o vídeo nas redes sociais.

As imagens mostram a confusão a bordo do avião da Middle Eastern Airlines, enquanto os dois passageiros trocam primeiro insultos e depois murros. As assistentes de bordo tentam acalmar os ânimos e separar os homens, assim como outros passageiros.

Segundo uma publicação local, o Yalibnan, a confusão começou porque um dos homens estava a discutir com uma assistente de bordo e outro passageiro tentou defendê-la.

Não é a primeira vez que confrontos no ar obrigam aviões a mudarem de rota e aterrarem noutros locais. Os pilotos frequentemente optam por interromperem a viagem quando sentem que não há condições de segurança para continuar o voo.

Ainda no mês passado um passageiro foi expulso de um avião por estar a ofender a filha de Donald Trump, Ivanka Trump, causando confusão a bordo.

Em novembro do ano passado, uma discussão entre vários passageiros obrigou um avião da Ryanair que fazia a ligação entre Bruxelas e Malta a aterrar na Itália e em junho, cinco passageiros foram presos na China por lutarem dentro do avião.

As companhias aéreas afirmam que os passageiros desordeiros são um grande problema para a indústria de aviação, e a Associação Internacional de Transportes Aéreos contabilizou 38 mil incidentes com passageiros entre 2007 e 2014.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG