Libertados três jornalistas espanhóis sequestrados na Síria

Antonio Pampliega, José Manuel López e Ángel Sastre tinham sido raptados em julho do ano passado em Aleppo, no norte da Síria. Estão na Turquia e devem chegar amanhã a Espanha.

Três jornalistas freelancers espanhóis que tinham sido sequestrados no ano passado na Síria foram libertados, disse o governo espanhol .

Os três homens - Antonio Pampliega (jornalista), José Manuel López e Ángel Sastre (fotojornalista) - desapareceram a 12 de julho quando estavam a preparar um artigo de investigação na cidade de Aleppo, onde outros jornalistas foram capturados no passado. A área é controlada pela Frente Al Nusra, ligada à Al Qaeda.

A vice-primeira-ministra espanhola, Soraya Sáenz de Santamaría, já entrou em contacto com os três jornalistas, que estão na Turquia à espera da repatriação, devendo chegar amanhã a Espanha, aterrando na base aérea de Torrejón de Ardoz (Madrid).

Segundo o El País, que cita fontes do governo espanhol, a libertação dos jornalistas foi possível graças "ao trabalho de muitos funcionários públicos e a colaboração de países aliados e amigos", principalmente Turquia e Qatar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG