Libertado sob fiança o polícia acusado da morte de George Floyd

Derek Chauvin ganhou liberdade condicional após o pagamento de um milhão de dólares de fiança

O polícia Derek Chauvin, principal acusado pelo assassinato do afro-americano George Floyd, ganhou liberdade condicional esta quarta-feira após o pagamento de um milhão de dólares de fiança, segundo documentos judiciais.

O agente de 44 anos deverá ser julgado em março junto de três dos seus ex-colegas, acusados de cumplicidade neste drama que desencadeou a maior mobilização antirracista nos Estados Unidos desde o movimento pelos direitos civis na década de 1960.

Em maio, em Minneapolis, Chauvin foi filmado ajoelhado no pescoço de George Floyd durante quase nove minutos, acabando por assassinar Floyd.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG