Juncker promete trabalhar para acordo equilibrado

Theresa May confirmou ontem que vai lançar o processo no final de março.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, prometeu hoje fazer "todos os possíveis" nas negociações sobre o 'Brexit' para chegar a um acordo "equilibrado".

"Pela minha parte, farei tudo para que as negociações alcancem uma solução equilibrada, com pleno respeito pelas nossas regras", disse Juncker no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

"Saúdo os esclarecimentos dados por May (a primeira-ministra britânica, Theresa), mas disse-lhe ontem que um discurso não vai lançar as negociações", prosseguiu, frisando que isso só acontecerá quando o Reino Unido acionar formalmente o artigo 50.º do Tratado de Lisboa.

O presidente da Comissão Europeia aludia ao discurso pronunciado na terça-feira pela primeira-ministra britânica sobre o 'Brexit', no qual May disse, nomeadamente, que vai lançar o processo no final de março.

"Haverá uma negociação sem precedente que tem de ser concluída em dois anos e as consequências serão consideráveis para o Reino Unido, os seus 27 parceiros e a União no seu conjunto", disse Juncker.

A declaração perante o hemiciclo é a primeira reação formal de Jean-Claude Juncker ao discurso de Theresa May, que confirmou a aposta no chamado "'Brexit' duro", com a saída do Reino Unido do mercado único europeu.

Os britânicos pronunciaram-se a favor da saída do Reino Unido da União Europeia num referendo realizado a 23 de junho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG