Itália: de página e meia de obituários para dez no espaço de um mês

Correspondente irlandesa em Itália partilhou vídeo nas redes sociais em que se mostra o aumento do espaço dedicado à necrologia no jornal regional 'L'Eco di Bergamo' por causa do coronavírus. Itália é o país europeu mais afetado.

O coronavírus já matou 1441 pessoas em Itália, 175 só entre sexta e sábado. Uma estatística que pode parecer abstrata, mas que ganha outra dimensão graças a um vídeo partilhado nas redes sociais. O vídeo mostra o aumento de número de páginas dedicadas aos obituários num jornal regional, L'Eco di Bergamo: ocupavam uma página e meia na edição de dia 9 de fevereiro e dez páginas na de 13 de março, menos de um mês depois.

O vídeo foi partilhado no Twitter por Naomi O'Leary, correspondente do jornal The Irish Times na Europa, mas não terá sido filmado por ela - a voz que se ouve é de um homem.

"Olá amigos, isto é para vos dar uma ideia de como as coisas estão", diz o homem em italiano (o vídeo está legendado em inglês), antes de mostrar a página e meia de necrologia da edição do jornal de domingo, 9 de fevereiro.

Depois, mostra o número de páginas da edição de 13 de março: dez páginas. Nesse dia, o boletim diário divulgado às 17.00 revelava a existência de 17 660 infetados e 1266 mortos em todo o país, o que representava um aumento de mais de 250 em relação ao dia anterior.

O vídeo acaba com o comentário sarcástico: "Uma simples gripe. Obrigado."

No site do jornal, fundado em 1880 e de formato berliner (o tamanho do semanário Expresso, por exemplo), é possível escrever necrologia diretamente online. O jornal é o principal na província de Bergamo, na Lombardia (norte de Itália), onde vivem 1,1 milhões de pessoas. Itália está quarentena para tentar travar o avanço do covid-19.

O vídeo divulgado no Twitter já foi partilhado mais de 2800 vezes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG