Trump é "moralmente inapto" para ser presidente

A acusação é do antigo líder do FBI

O ex-diretor da polícia federal norte-americana (FBI) James Comey considera Donald Trump "moralmente inapto para ser presidente" dos Estados Unidos e acusou o líder norte-americano de tratar as mulheres como "pedaços de carne".

"Não acho que seja medicamente inapto para ser presidente. Acho que é moralmente inapto", disse Comey, em entrevista à ABC.

Na primeira grande entrevista televisiva desde que foi despedido por Trump no ano passado, Comey não poupou o atual presidente - disse ainda que Trump mente constantemente e pode ter feito obstrução à justiça.

Horas antes de a entrevista ser emitida, foi Trump a atacar Comey, numa série de mensagens no Twitter.

O livro "Uma lealdade mais elevada", de Comey, chega às bancas esta semana e está repleto de declarações e acusações fortes contra Trump. Nele, o ex-líder do FBI escreve que "a presidência de Donald Trump ameaça muito do que é bom nesta nação".

Comey caracteriza Trump como sendo uma figura mafiosa que tenta ultrapassar a linha entre a aplicação da lei e a política, denunciando que este o tentou pressionar, pessoalmente, a respeito da sua investigação sobre a interferência da eleição russa.

Ler mais

Exclusivos