Plano para matar primeiro-ministro gravado em áudio

Ex-ministro da Agricultura e sargento das Forças Armadas são suspeitos de planear assassinato do primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, Patrice Trovoada, mas juiz mandou-os em liberdade porque a prova existente se limita a um registo áudio onde, alegadamente, falam do golpe

O deputado e membro da comissão política do MLSTP/PSD, o maior partido da oposição em São Tomé e Príncipe, Gaudêncio Costa, ex-ministro da Agricultura, e o sargento das Forças Armadas Ajax Managem, vão aguardar em liberdade o inquérito em que são visados como arguidos por tentativa de golpe contra o Governo através do assassinato do primeiro-ministro, depois de terem sido ouvidos por um juiz de instrução criminal na sexta-feira.

A decisão judicial justifica-se com falta de indícios para a prisão preventiva. A principal prova recolhida pelo Ministério Público e mostrada em tribunal é "um registo áudio de 10 minutos" onde, supostamente, se ouve a voz de Gaudêncio Costa, a explicar para Ajax Managem e para um terceiro militar (não identificado nem constituído arguido) como seria feito o golpe", contou ao Plataforma o diretor do jornal online Téla Nón e jornalista da RTP África, Abel Veiga. Essa gravação foi publicada no Facebook e tem sido partilhada por inúmeros são-tomenses. "No registo audio percebe-se que o tiro devia atingir a Águia [o primeiro-ministro) na cabeça".

Saiba mais no site Plataforma

Ler mais

Exclusivos