Os elogios de Trump a Kim Jong-un

O presidente norte-americano disse ter conhecido "um homem muito talentoso"

O encontro histórico entre Donald Trump e Kim Jong-un serviu também para os dois líderes políticos conhecerem mais um sobre o outro e sobre os países. "Tivemos um dia magnífico e aprendemos muito sobre cada um de nós e dos nosso países", referiu o presidente norte-americano.

No final do encontro, e já com o documento assinado nas mãos, o chefe de Estado elogiou Kim.

"Aprendi que é um homem muito talentoso e também que ama muito o seu país", comentou, dando de seguida novo e prolongado aperto de mãos com o homólogo norte-coreano.

Foi um encontro verdadeiramente histórico. Correu melhor do que alguém poderia imaginar. O mundo verá uma grande mudança.

Questionado sobre se haverá novos encontros ou convidará Kim a visitar a Casa Branca, Trump disse que sim a ambas as questões.

Documento histórico

O presidente norte-americano e o líder norte-coreano assinaram "um documento muito importante", nas palavras de Kim Jong-un.

O líder da Coreia do Norte afirma tratar-se de um "documento histórico." E que o "mundo verá uma grande mudança".

O Presidente dos Estados Unidos tinha já afirmado que a cimeira histórica com o líder norte-coreano "correu melhor do que alguém poderia imaginar".

"Foi um encontro verdadeiramente fantástico", adiantou Donald Trump à imprensa, à saída de um almoço de trabalho com Kim Jong-un - momentos antes da assinatura do "documento histórico".

Relacionadas

Brand Story

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub