Mistério no Canadá: jovens desaparecidos são agora suspeitos de assassinar turistas

Os casos ocorrem na mesma autoestrada com poucos dias de diferença.

Dois jovens que tinham sido dados como desaparecidos são agora suspeitos de um duplo homicídio e alvo de uma enorme operação de caça ao homem no Canadá.

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, de 18 e 19 anos, eram procurados desde que um carro foi encontrado incendiado numa estrada remota, na Colúmbia Britânica, a 19 de julho, e tudo indicava que podiam ter sido vítimas de um crime. Agora são suspeitos e considerados perigosos.

As autoridades acreditam que os jovens podem estar envolvidos no homicídio de Lucas Fowler e Chynna Deese, um casal de turistas que partiu à aventura pelo Canadá e foi assassinado numa autoestrada perto de Liard Hot Springs.

O casal estava a realizar uma viagem ao Alasca quando a carrinha na qual seguiam avariou. Muitos foram os que pararam para os ajudar, mas os jovens garantiram que estava tudo controlado. No dia 15 de julho, Lucas e Chynna foram encontrados mortos na berma da estrada.

Quatro dias depois, na mesma autoestrada, os representantes da Real Polícia Montada do Canadá declararam o desaparecimento dos dois jovens, McLeod e Schmegelsky, após ter sido encontrado em chamas o carro em que seguiam.

Enquanto a polícia procedia às buscas pelos jovens, encontrou um corpo, a quilómetros do carro ardido, que não pertencia a nenhum dos rapazes. NoTwitter, a polícia local apela aos seguidores para que ajudem na descoberta de identidade do homem.

As autoridades acreditam que a morte deste homem poderá estar ligada ao desaparecimento de Kam McLeod e de Bryer Schmegelsky e ao duplo homicídio do casal de turistas, tendo em conta que tudo se passou na mesma autoestrada e num curto espaço de tempo. Os dois jovens já foram vistos a milhares de quilómetros do local, na região de Saskatchewan.

A polícia considera-os agora suspeitos e, através das redes sociais, apelou à população que fizesse chegar qualquer informação sobre os dois rapazes, que são considerados perigosos.