Marine Le Pen vê o nacionalismo ganhar as eleições europeias de 2019

Vitória de Orbán na Hungria abre caminho para vitória dos nacionalismos no Parlamento Europeu, vaticina a dirigente francesa da Frente Nacional

A vitória do partido Fidesz, da direita nacionalista e populista, nas eleições legislativas da Hungria levaram ao regozijo de Marine Le Pen, a líder da Frente Nacional francesa. E que a faz sonhar com uma vitória global dos partidos nacionalistas nas próximas eleições ao Parlamento Europeu.

"Grande e clara vitória de Viktor Orbán na Hungria: a inversão de valores e a imigração em massa promovida pela UE são novamente rejeitadas. Nacionalistas podem ganhar maioria na Europa nas próximas eleições europeias em 2019." Foi desta forma que Le Pen reagiu no Twitter às eleições húngaras, que asseguraram o terceiro mandato consecutivo a Viktor Orbán, com maioria de dois terços no parlamento.

Com 93% dos votos contados, as projeções atribuem 133 assentos parlamentares ao Fidesz, seguido do partido de extrema-direita Jobbik, com 26 lugares. O líder da formação, Gabor Vona, demitiu-se. Já a direção dos socialistas, que ficaram em terceiro lugar, com 20 deputados eleitos, demitiu-se em bloco.

Ler mais

Exclusivos