Mais uma baixa no governo de May por causa do Brexit

Gareth Johnson, responsável por garantir a disciplina de voto no Parlamento, demitiu-se por não concordar com o acordo negociado por Brexit.

O conservador Gareth Johnson, um dos responsáveis por garantir a disciplina de voto no Parlamento britânico (whip, literalmente chicote), anunciou hoje a sua demissão, alegando que o acordo de Brexit negociado pela primeira-ministra Theresa May "impede-nos de recuperar o controlo e, em vez disso, pode deixar-nos perpetuamente constrangido pela União Europeia".

"Ao longo das últimas semanas, tentei conciliar as minhas funções de whip para ajudar o governo a implementar o Acordo de Saída Europeu com a minha objeção pessoal ao acordo", escreveu na carta enviada a May.

"Conclui que não posso, em consciência, apoiar a posição do Governo quando é óbvio que este acordo seria prejudicial aos interesses da nossa nação", acrescentou. "Chegou a altura de colocar a minha lealdade para com o meu país acima da lealdade para com o governo", acrescentou.

"Esperava que mudanças pudessem ser feitas para melhorar o acordo com a União Europeia, mas é agora claro para mim que nenhuma mudança significativa será feita a este acordo antes da votação ocorra", escreveu.

Os deputados britânicos votam esta terça-feira no acordo de saída do Reino Unido da União Europeia negociado por May com Bruxelas. A primeira-ministra britânica não tem garantido o apoio da maioria, tendo avisado hoje que se este for chumbado, pode nem haver Brexit.

Exclusivos