Dia Mundial da Liberdade de Imprensa: Eurostat estima 400 mil jornalistas na União Europeia em 2018

Em termos de atividades económicas associadas com o jornalismo, o Eurostat estima que 1,3 milhões de pessoas (0,5% do emprego total) trabalhavam em atividades como a publicação de jornais, revistas e outras publicações.

A União Europeia (UE) tinha, em 2018, um número estimado de 400 mil jornalistas, o que equivale a 0,2% do emprego total, segundo divulgados pelo Eurostat no âmbito do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, os Estados-membros com mais profissionais no setor dos media eram, em 2018, a Suécia e a Croácia (ambos com 0,4% do emprego total) e a Itália, Polónia, Lituânia, Roménia e Eslováquia os que tinham menor percentagem de jornalistas (0,1%).

Em termos de atividades económicas associadas com o jornalismo, o Eurostat estima que 1,3 milhões de pessoas (0,5% do emprego total) trabalhavam em atividades como a publicação de jornais, revistas e outras publicações.

O Eurostat esclarece não ter dados sobre o número de jornalistas em 2018 relativos a Portugal, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Grécia, Irlanda, Letónia e Malta.