Encontrada caixa negra do avião que caiu na Indonésia

Caixa que regista o áudio da cabine do avião da Lion Air, que caiu na Indonésia em outubro, matando 189 pessoas, estava soterrada sob oito metros de lama

As autoridades indonésias encontraram a caixa negra do avião da Lion Air que caiu no mar de Java no passado mês de outubro, uma descoberta que pode ajudar a esclarecer as razões da queda do aparelho, que era de construção recente.

"Recebemos a confirmação esta manhã do presidente do Comité Nacional de Segurança nos Transportes", disse o vice-ministro do Mar, Ridwan Djamaluddin, aos jornalistas, adiantando que no mesmo local foram encontrados restos mortais das vítimas do acidente.

A caixa negra que foi encontrada por mergulhadores da Marinha indonésia, soterrada sob oito metros de lama, é o mecanismo que regista as conversações entre os pilotos. Se não estiver danificada - um dado que ainda não foi avançado - poderá fornecer informações adicionais valiosas para os investigadores. A outra caixa negra, que colige os dados do voo, foi encontrada pouco depois do acidente e mostrou que o indicador de velocidade do avião havia apresentado defeitos nos últimos quatro voos do aparelho. Um dado que lançou a incógnita sobre se a queda do avião se poderá ter devido a problemas na conceção do próprio aparelho, o que traria implicações para toda a aviação comercial.

O diretor do Comité Nacional de Segurança nos Transportes, Soerjanto Tjahjono, já veio dizer que os sensores do Boeing 737 MAX 8 que calculam o ângulo de ataque registaram uma diferença de 20 graus entre os dois lados do avião durante o voo anterior ao do acidente, entre Denpasar e Jacarta.

O ângulo de ataque de um avião é o ângulo que se forma entre a asa e a direção do ar que incide sobre esta e é um parâmetro que influencia a capacidade do avião se manter no ar.

O voo JT610 da companhia Lion Air caiu no mar de Java 13 minutos depois de descolar de Jacarta com destino a uma ilha vizinha e logo após o piloto pedir para regressar ao aeroporto na capital indonésia, a 29 de outubro.