E tudo o vento levou. Colchões voaram pelo relvado fora

Os colchões estavam dispostos num parque para uma noite de "cinema na cama", no Colorado, quando se levantaram fortes rajadas de vento.

O que prometia ser uma noite descontraída de cinema ao ar livre acabou por ser uma estranha perseguição a colchões de ar, em Denver, no Colorado (EUA).

Dezenas de colchões de ar voaram num parque na cidade norte-americana, no sábado passado, depois de fortes ventos terem atingido o bairro de Stapleton.

Os colchões estavam dispostos no parque para uma noite de "cinema na cama" (The Bed Cinema era o nome original do evento), quando se levantaram fortes rajadas de vento que fizeram voar literalmente os colchões pelo relvado, em direção a uma piscina, onde aparentemente não caiu nenhum.

Uma testemunha ocular, Robb Manes, filmou e descreveu o incidente como a "grande migração de colchões de 2019". Manes disse que estava na referida piscina pública quando o vento levantou os colchões.

As pessoas podiam reservar um colchão de ar para assistir a um filme ao ar livre. Não foi revelado o filme em causa, mas há uma sugestão óbvia: Gone With The Wind, o clássico de 1939 que em Portugal recebeu o título de E Tudo o Vento Levou.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.