Dizem que não é a brincar. "Bruxas" romenas fazem feitiços para abençoar as eleições europeias

Mulheres que se dizem feiticeiras afirmam estar a preparar poções para lançar sobre o edifício do governo romeno.

Na Ucrânia um grupo de mulheres fazem rituais para tentar influenciar a mente dos eleitores. Autoproclamaram-se bruxas e querem garantir que os candidatos "certos" vencem as eleições europeias (26 de maio).

As mulheres misturam restos de animais com velas e flores à meia-noite, de madrugada e ao pôr-do-sol desde o dia nove deste mês.

"Estamos a preparar uma substância muito poderosa para o dia 25 de maio, que as minha filhas vão lançar sob o edifício onde está o governo romano", contou Mihaela Minca, um dos membros do grupo, à Euronews.

"A água encantada irá esclarecer as mentes dos políticos para que eles tomem boas decisões para o povo romeno", garante Minca, que recentemente deixou de fazer feitiços sobre amor ou dinheiro para se dedicar aos problemas do país. Juntou-se inclusivamente a um grupo que procura amaldiçoar os deputados romenos que consideram corruptos.

Na Roménia, a bruxaria é uma tradição. Desde 2015, que a feitiçaria se tornou mesmo uma profissão tributável, fazendo com que cartomantes, leitores de tarot e bruxas tenham de pagar impostos.

Ler mais

Exclusivos