Democratas de olho em 2020

Para o estratega Erik Smith, "há 7000 democratas que acham que vão ser presidentes [em 2020]. Bom, 3500 têm boas hipóteses". Aqui não cabem todos, mas ficam seis dos nomes mais falados. Pelo menos para já.

Elizabeth Warren, senadora que vem pela esquerda

Elizabeth Warren

Até hoje há quem se interrogue sobre o que teria acontecido se Elizabeth Warren tivesse desafiado Hillary Clinton nas primárias democratas. Nunca saberemos mas a senadora do Massachusetts já pensa em 2020. Ex-professora de Direito em Harvard e uma das senadoras mais progressistas dos EUA, teria então 71 anos. Destacou-se nos ataques violentos a Trump e tem sido dura com os nomeados para a sua administração.

Cory Booker, o senador amigos dos emresários

Cory Booker

O senador de Nova Jérsia já garantiu que não planeia candidatar-se à Casa Branca, mas muitos analistas viram na sua prestação durante as audiências no Senado do procurador-geral Jeff Sessions o início da sua campanha. Aos 47 anos, este afro-americano é um dos políticos mais mediáticos dos democratas. Ex-mayor de Newark, é próximo dos meios empresariais e não hesitou em criticar algumas vezes o presidente Obama.

Kamala Harris, a estrela em ascensão no partido

Kamala Harris

Filha de uma indiana e de um jamaicano, esta advogada tornada política é a estrela em ascensão no Partido Democrata. Depois de vencer um lugar no Senado nas últimas eleições, a californiana de 52 anos tem sido apontada como candidata a 2020. Ela não se pronunciou, mas se avançar arrisca-se a ser criticada pela falta de experiência. Defensora do casamento gay, foi procuradora-geral da Califórnia durante seis anos.

Andrew Cuomo, governador de Nova Iorque

Andrew Cuomo

Filho de Mario Cuomo, Andrew seguiu as pisadas do pai na política, sendo como ele governador de Nova Iorque. Aos 58 anos, muitos apostam que ao contrário do pai, que sempre recusou fazê-lo, Andrew irá tentar a sua sorte nas próximas eleições presidenciais. Para a ala à esquerda dos democratas, Cuomo é visto como demasiado centrista. Ele prefere dizer que por enquanto está concentrado em ser um bom governador.

Kirsten Gillibrand, de novo sucessora de Hillary?

Kirsten Gillibrand

Ela garante que Andrew Cuomo, governador de Nova Iorque, daria "um excelente candidato" em 2020, mas não falta quem aposte antes numa candidatura da própria Kirsten Gillibrand. A senadora de Nova Iorque, de 50 anos, sucedeu no cargo a Hillary Clinton em 2009. Gillibrand tem fácil acesso aos media e domina a máquina de recolha de fundos do partido. Mas, além das suas posições centristas e moderadas, há quem duvide que o Partido Democrata volte a apostar numa mulher, sobretudo tão semelhante a Hillary quatro anos depois da derrota desta nas presidenciais de 8 de novembro de 2016.

John Hickenlooper, governador do Colorado

John Hickenlooper

Questionado na CNN sobre uma eventual candidatura em 2020, John Hickenlooper recusou descartar a hipótese. O governador do Colorado foi reeleito no cargo e já não pode voltar a candidatar-se. Um dos nomes falados para candidato a vice-presidente de Hillary Clinton, este ex-mayor de Denver, formado em Geologia, dirige um estado que tem vindo a afirmar-se como democrata nos últimos anos. Apesar do seu apelo que pode vir a ter junto do eleitorado de algumas zonas da América mais profunda, a verdade é que Hickenlooper, de 65 anos, é muito pouco conhecido a nível nacional.

Ler mais

Exclusivos