Colapso num parque de estacionamento destruiu 20 carros, em Dallas

Não há registo de feridos. As causas do acidente também não são conhecidas

Mais de duas dezenas de carros ficaram destruídos por causa de um colapso num parque de estacionamento em Dallas, no Texas, EUA, esta terça-feira. Não há registo de feridos.

O acidente aconteceu por volta das 11h locais (17h em Portugal), tendo passadas cinco horas desabado ainda mais um bocado do piso superior do mesmo parque.

O comandante adjunto dos bombeiros locais, J. Taylor, garantiu que não estava ninguém no parque na altura dos colapsos e, por isso, não há feridos. "Não há vitimas em nenhum dos carros a que nós consigamos chegar. Pode levar alguns dias até chegarmos a todos os carros. É um desafio", disse à NBCDFW.

A causa do acidente ainda está por esclarecer. Mas este tipo de incidentes não é uma novidade em Dallas. Em 2015, desabou um parque de uma residência na baixa da cidade norte americana.

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.