Brasil declara embaixador da Venezuela 'persona non grata'

Em resposta à decisão do governo venezuelano em expulsão embaixador brasileiro daquele país

O Governo do Brasil declarou esta terça-feira 'persona non grata' o embaixador da Venezuela em Brasília, Gerardo Antonio Delgado Maldonado, em resposta à decisão idêntica da Assembleia Nacional Constituinte venezuelana em relação ao embaixador brasileiro.

A decisão exige que Delgado Maldonado, responsável pelos negócios da Venezuela no Brasil, abandone o país num prazo ainda por determinar, indicou à EFE um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros brasileiro.

"É uma decisão adotada por simples reciprocidade", disse o porta-voz, lembrando a decisão da Venezuela em relação ao embaixador do Brasil em Caracas.

O Governo brasileiro já tinha anunciado que, a confirmar-se a decisão de declarar o embaixador daquele país na Venezuela, Ruy Pereira, como 'non grato' (indesejado), iria aplicar "medidas recíprocas", criticando o "caráter autoritário" do executivo de Nicolás Maduro.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.