Baixa na Casa Branca. Diretor de comunicação de Trump demite-se

A Casa Branca ainda não anunciou oficialmente a renúncia de Dubke nem qual será o seu último dia em funções,

O diretor de comunicação da Casa Branca, Mike Dubke, demitiu-se hoje do cargo após semanas de especulações sobre a possibilidade de alterações na estratégia comunicativa do Governo devido à polémica investigação russa, informaram os 'media' locais.

Reconhecido estratega republicano, Dubke apresentou a renúncia a 18 de maio, mas optou por permanecer em funções até ao final da primeira viagem ao estrangeiro do Presidente Donald Trump, segundo referiu o diário Washington Post.

Trump regressou no sábado a Washington num momento de particular agitação na investigação desencadeada pelo Congresso e o FBI para determinar se os serviços de informações russos influíram no resultado das eleições presidenciais norte-americanas de 2016, e se existiu coordenação com a campanha de Trump.

A Casa Branca ainda não anunciou oficialmente a renúncia de Dubke nem qual será o seu último dia em funções, apesar de diversos 'media' locais sugerirem que poderá despedir-se ainda hoje dos seus colegas e dos jornalistas com quem trabalhou nos últimos meses.

Dubke trabalhou estreitamente com o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, o rosto público do Governo e o maior alvo das críticas nas últimas semanas, pela sua abrupta comunicação com os jornalistas acreditados na Casa Branca.

Nos últimos dias, Trump estava a avaliar a possibilidade de reformular a sua equipa de comunicações e muitos esperavam que Spicer fosse a pessoa despedida.

No entanto, a renúncia de Dubke poder ser uma das primeiras alterações na estratégica comunicativa da Casa Branca, que também admite reduzir o número de conferências de imprensa.

Dubke, que assumiu o cargo em 06 de março, teve de lidar com numerosas polémicas, como o despedimento do ex-diretor do FBI, James Comey, que dirigia a investigação desta agência sobre os laços com a Rússia e a campanha presidencial de Trump.

A equipa de imprensa da Casa Branca teve grandes dificuldades em explicar o despedimento de Comey e forneceu diversas versões sobre os acontecimentos, originando numerosas críticas.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub