Homem transmite o seu suicídio em direto no Facebook

Um jovem do Camboja assassinou a ex-mulher e depois saltou de uma ponte. Transmitiu o suicídio em direto na internet. Este foi o primeiro caso relatado no país.

Ra Chhay Rath, de 21 anos, matou a ex-mulher esta quinta-feira. Em seguida, dirigiu-se até à ponte Tsubasa, na província de Kandal, no Camboja, e atirou-se ao rio Mekong. O suicídio foi transmitido em direto no Facebook live, disse a polícia. Este foi o primeiro caso relatado no país.

"Isso nunca aconteceu antes. Foi o primeiro caso", disse à Reuters o porta-voz da polícia, Kirth Chantharith, referindo-se à transmissão do suicídio. Quanto ao assassinato da ex-mulher, as autoridade estão "a investigar" o que motivou o crime.

O corpo do homem não foi encontrado.

A Reuters acedeu ao vídeo do suicídio na sexta-feira. Não ficou claro se alguém tinha denunciado o conteúdo como impróprio ou pedido para ser retirado.

Um porta-voz do Facebook disse que a empresa estava "profundamente entristecida com essa tragédia" e que havia removido o vídeo. "Não permitimos a promoção de violência ou suicídio no Facebook e removemos o vídeo", responderam num e-mail enviado à agência de notícias.

No ano passado, o Facebook disse que iria expandir o software de reconhecimento de padrões após testes bem-sucedidos nos Estados Unidos para detetar utilizadores com intenções suicidas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG