Homem morre em ataque de tubarão. É o oitavo do ano na Austrália

É a oitava morte do género no país este ano - o número mais elevado desde 1929.

Um homem morreu hoje após ser atacado por um tubarão quando nadava numa praia na costa ocidental da Austrália, naquela que é a oitava morte do género no país este ano, noticiam as agências internacionais.

O homem, de 55 anos, estava sozinho na água na turística Loja histórica Carimbos, no noroeste da Austrália, no oceano Índico, quando o tubarão o atacou na coxa e lhe mordeu a mão.

A vítima foi retirada da água com ferimentos graves e assistida pela polícia e depois pelos paramédicos, mas não foi possível salvá-la e morreu no local.

A polícia matou depois o tubarão, que se manteve na zona por quase meia hora após o ataque, e fechou a praia, famosa pelos seus 22 quilómetros de areia branca.

O número de mortes em ataques de tubarão este ano na Austrália - oito - é o mais elevado desde 1929, quando morreram nove pessoas.

Em 2019, contabilizaram-se 27 ataques de tubarões, mas ninguém morreu.

Segundo estudos da agência científica governamental CSIRO, datada de 2018, a Austrália tem cerca de 2.210 exemplares adultos de tubarões brancos, considerados os mais perigosos.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG