Harry e Meghan preparam independência da Família Real

O casal disse ainda que irá dividir o seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte e que na decisão pesou também a vontade de afastar o filho Archie dos holofotes.

O anúncio foi considerado "chocante" pela imprensa britânica. O príncipe Harry e Meghan anunciaram na tarde desta quarta-feira, através do Instagram, que vão deixar de ser "membros seniores" da Família Real britânica.

O casal disse ainda que irá dividir o seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte e que irá trabalhar para se tornar financeiramente independente da Casa Real.

Harry (sexto na linha de sucessão ao trono britânico) e Meghan já tinham admitido publicamente que lutavam contra as pressões da vida como representantes da Família Real, numa entrevista televisiva emitida o ano passado.

Esta quarta-feira, explicaram que este "distanciamento" assumido de Kensington é uma tentativa de afastar o filho Archie, de oito meses, dos holofotes.

"Após muitos meses de reflexão e discussões internas, optamos por fazer uma transição este ano, começando a desempenhar um novo papel dentro desta instituição", disseram os duques de Sussex. "Pretendemos dar um passo atrás como membros" seniores "da Família Real e trabalhar para nos tornar financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente Sua Majestade a Rainha", concluíram.

O príncipe Harry e Meghan Markle disseram ainda que contaram com o "encorajamento" da Rainha, "principalmente nos últimos anos", para darem este passo.

"Esse equilíbrio geográfico irá permitir-nos educar o nosso filho com a tradição real em que ele nasceu, além de proporcionar à nossa família o espaço para se concentrar no próximo capítulo, incluindo o lançamento de nossa nova instituição beneficente", disseram os duques, que agradeceram aos britânicos o "apoio constante" que têm recebido.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG