Harry e Meghan distribuem refeições a pessoas doentes em Los Angeles

Duques de Sussex foram voluntários no Projet Angel Food, entregando comida em associações de solidariedade

O príncipe Harry, do Reino Unido, e sua esposa Meghan distribuíram refeições para pessoas doentes em Los Angeles, na primeira atividade pública dos duques de Sussex desde que se mudaram para a Califórnia, no início da aplicação das medidas de contenção no estado norte-americano.

O casal, que deixou formalmente o cargo de membro sénior da família real britânica, foi voluntário no Project Angel Food no último domingo, entregando comida em associações de solidariedade. "Eles estiveram aqui no domingo de Páscoa e depois surpreenderam-nos na quarta-feira", disse a assessora de comunicação Anne-Marie Williams. "Entregaram refeições a 20 de nossos utentes e alegraram os mundos deles".

Um comunicado da organização sem fins lucrativos indicou que o casal "continuou silenciosamente a entregar refeições para aliviar os motoristas da associação, sobrecarregados de trabalho", que enfrentam um aumento na carga de trabalho desde o início da aplicação das medidas de contenção.

O casal mudou-se para a Califórnia no último mês, depois de anunciar em janeiro que pretendia deixar a vida real e "trabalhar para se tornar financeiramente independente". Harry e Meghan não revelaram onde estão a morar, mas há relatos de que residem em Malibu.

Na semana passada foi divulgado que os duques de Sussex planeiam lançar uma organização sem fins lucrativos nos Estados Unidos chamada Archewell. A instituição incluirá grupos de apoio emocional, um centro educacional multimédia e um site sobre bem-estar.

Em entrevista ao Daily Telegraph Harry e Megan disseram que queriam "fazer algo significativo, fazer algo importante", mas atrasaram a divulgação de todos os detalhes por causa da pandemia de coronavírus e por isso farão um anúncio "quando for a hora certa".

A organização sem fins lucrativos Project Angel Food, de Los Angeles, que entrega alimentos a pessoas com doenças crónicas, parece ser a primeira instituição de caridade apoiada publicamente pelo casal desde a mudança.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG