Greta Thunberg vence um milhão de euros de prémio Gulbenkian para Humanidade

Quantia vai ser aplicada no combate às alterações climáticas. Jorge Sampaio salientou que ativista sueca "conseguiu mobilizar as gerações mais novas para a causa do clima"

A ativista Greta Thunberg venceu esta segunda-feira a primeira edição do prémio Gulbenkian para a Humanidade, no valor de um milhão de euros, que vão ser aplicados no combate às alterações climáticas.

Numa mensagem áudio dirigida à cerimónia de apresentação do prémio, o presidente do júri e ex-Presidente da República Jorge Sampaio salientou que a adolescente sueca "conseguiu mobilizar as gerações mais novas para a causa do clima".

Através da fundação com o seu nome, Greta Thunberg vai aplicar o dinheiro do prémio em ações de combate às alterações climáticas, começando pela campanha SOS Amazonia, dedicado a ajudar as populações da Amazónia a enfrentarem a pandemia da covid-19, com 100 mil euros.

Outros 100 mil euros vão ser encaminhados para a Stop Ecocide Foundation, que pretende criar a figura criminal do "ecocídio" no caso de atentados em massa contra o meio ambiente e a natureza.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG