Giuliani diz que Trump devolveu dinheiro que advogado pagou para calar estrela porno

Trump tinha dito anteriormente que não sabia nada sobre os 130 mil dólares pagos pelo advogado Michael Cohen a Stormy Daniels

Donald Trump pagou ao advogado Michael Cohen os 130 mil dólares que aquele tinha dado a uma estrela de cinema pornográfico para, alegadamente, comprar o seu silêncio sobre um caso com o atual presidente dos Estados Unidos.

Quem o garantiu foi Rudy Giuliani, apoiante de Trump e antigo presidente da cidade de Nova Iorque, que no mês passado se juntou à equipa jurídica do presidente dos Estados Unidos.

Trump tinha dito anteriormente que não sabia nada sobre o pagamento a Stormy Daniels, que diz ter passado uma noite com Trump em 2006. O advogado de Trump, Michael Cohen, pagou a Daniels, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford, para manter o alegado encontro sexual secreto, antes das eleições, em 2016.

Em entrevista à Fox News, Giuliani, um ex-procurador federal e amigo de longa data de Trump, disse que o presidente sabia do pagamento de 130 mil dólares e que já reembolsou Cohen. "Passaram por um escritório de advocacia e o presidente pagou", disse Giuliani. "Ele não sabia pormenores, tanto quanto sei, mas sabia que Michael trataria de coisas deste género", disse Giuliani.

Giuliani salientou que o pagamento não viola as leis de financiamento de campanha porque não foi retirado dos fundos de campanha de Trump.

A Casa Branca ainda não comentou a notícia. Mas quando questionado no início de abril sobre o pagamento a Daniels, Trump respondeu que não. "Terá que perguntar a Michael Cohen. Michael é meu advogado. Terá de lhe perguntar". A Casa Branca tinah dito também que Trump não tinha tido sexo com Daniels.

Cohen, por outro lado, disse que pagou a Daniels do seu bolso, e que ainda não tinha sido reembolsado por Trump.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG