Fugiu da prisão mas publicou imagens da fuga no Facebook

Brayan Bremer tem partilhado imagens desde que, no domingo, conseguiu escapar de uma cadeia no estado brasileiro de Manaus

Um dos reclusos que escapou de uma prisão de Manaus, no Brasil, no passado domingo, decidiu documentar a fuga no Facebook.

Brayan Bremer, que cumpre sentença por roubo, publicou inicialmente uma primeira fotografia onde surge ao lado de mais um recluso em fuga - este já terá sido capturado pelas autoridades - no meio de densa vegetação, fazendo sinal com o polegar para indicar que estava bem. "Fuga da cadeia", escreveu na legenda.

Bremer é um dos 72 reclusos que fugiram da prisão António Trindade, no estado do Amazonas, horas antes de se iniciar na penitenciária Anísio Jobim, nas imediações, um motim que durou 17 horas e terminou com mais de 60 mortos.

Apesar de os reclusos estarem proibidos de usar a Internet, Bremer sempre se manteve ativo nas redes sociais enquanto esteve preso e as publicações que fez depois de fugir da cadeia tornaram-se virais no Brasil. Depois de publicar a primeira fotografia, no meio da vegetação, o recluso terá publicado uma outra imagem com outros presos, igualmente em fuga, que depois foi apagada do perfil no Facebook.

Ontem, Brayan Bremer voltou a partilhar uma imagem, uma selfie. Na legenda, avisa que está a chegar a Maués, um município no interior do estado do Amazonas.

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.