Facebook deteta e anula operação fraudulenta internacional

O objetivo consistia em enganar os utilizadores para que se tornassem "amigos" com estas falsas contas e de seguida enviar-lhes 'spams'

O Facebook anunciou hoje que anulou uma operação internacional cujos membros divulgavam a palavra "gosto" e falsos comentários nas contas de utilizadores para garantir contactos e inundá-los de seguida com mensagens indesejáveis.

Diversas contas, designadamente no Bangladesh, Indonésia e Arábia Saudita foram utilizadas pelos autores desta operação, referiu a rede social, precisando que as suas equipas de segurança trabalharam durante seis meses para neutralizar o que qualificaram de campanha coordenada.

"Os nossos sistemas conseguiram identificar uma grande parte desta atividade ilegítima e retirar um número importante de 'gosto' não autênticos", indicou em comunicado Shabnam Shaik, responsável do programa de proteção técnica do Facebook.

O Facebook considera que o objetivo consistia em enganar os seus utilizadores para que se tornassem "amigos" com estas falsas contas e de seguida enviar-lhes 'spams'.

A rede social afirma ter impedido atempadamente este projeto, evitando que os seus utilizadores fossem afetados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG