Executivo desiste de queixas contra 129 manifestantes anti-Trump

Mantêm-se os processos contra 59 pessoas

As autoridades norte-americanas desistiram das queixas contra 129 pessoas envolvidas em manifestações no dia em que Donald Trump tomou posse como presidente dos Estados Unidos, no ano passado.

Um comunicado da Procuradoria especifica, no entanto, que mantém as queixas contra 59 pessoas envolvidas nos protestos, mas que desiste dos processos contra os restantes 129 manifestantes.

O anúncio é encarado como uma "mudança de estratégia" do executivo norte-americano que inicialmente tinha previsto uma série de cerca de duas centenas de julgamentos contra os manifestantes ao longo de 2018.

No passado mês de dezembro seis indivíduos que participaram nos protestos foram ilibados por um tribunal de Washington.

O próximo julgamento está marcado para o dia 05 de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG