Mulher atirada para caldeirão com água a ferver em parada de Carnaval

Aconteceu durante a "Parada das Bruxas" de Eppingen, na Alemanha, no fim de semana

Uma jovem de 18 anos sofreu queimaduras de segundo grau depois de ter sido atirada para um caldeirão com água a ferver durante o desfile das bruxas no Carnaval de Eppingen, no sudoeste da Alemanha, no passado fim de semana.

Segundo a BBC, a parada das bruxas é um desfile temático que se realiza em Eppingen desde 2003. Durante a parada, e de acordo com as testemunhas, uma mulher que assistia ao desfile foi levada pelos participantes - disfarçados de bruxas e irreconhecíveis - num aparente ato de zombaria, até ao caldeirão, que era transportado num carrinho e estava sobre um fogão a lenha.

As "bruxas" atiraram depois a jovem para dentro do caldeirão, deixando-a submersa até aos joelhos. Outros dizem que os foliões se limitaram a segurar a espetadora por cima do caldeirão, mas que o calor libertado pela água fervente lhe provocou as queimaduras.

A polícia, citada pela estação britânica, garante que já apreendeu o caldeirão e que alguns dos foliões que faziam parte do grupo das "bruxas" já tinham sido identificados.

A Guilda das Bruxas de Eppingen, que organiza o evento, já lamentou o acontecido em comunicado e garantiu que se mantém em contacto com as autoridades para que sejam apurados todos os factos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG