Escultura rústica de Melania Trump inaugurada na sua terra natal

Apesar de o rosto da estátua ser rude e irreconhecível, a figura está vestida num casaco azul claro, como o que Melania usou na tomada de posse do marido, Donald Trump, como presidente dos EUA.

Uma escultura de madeira em tamanho real da primeira-dama norte-americana, Melania Trump, foi inaugurada esta sexta-feira na sua terra natal de Rozno, perto de Sevnica, no sudeste da Eslovénia.

Encomendada pelo artista norte-americano que vive em Berlim Brad Downey e esculpida a motosserra pelo artista local Ales Zupevs, a estátua serve como acompanhamento -- talvez irónico -- da exposição de Downey na capital, Liubliana, que explora as raízes de Melania no país.

A figura rústica e quadrada foi esculpida a partir do tronco de uma tília viva -- cuja base forma um pedestal alto -- num campo junto ao rio Sava, na aldeia de Rozno, a oito quilómetros de Sevnica.

Não existe qualquer tentativa de uma semelhança exata da primeira-dama, ao ponto de a galeria em Liubliana não ter a certeza de como reagir à estátua. "Talvez estejamos simplesmente a tentar vigorosamente dar sentido a coisas que podem ser apenas uma brincadeira ou palhaçada", diz num panfleto. "Quem sabe?"

Apesar de o rosto da estátua ser rude e irreconhecível, a figura está vestida num casaco azul claro, como o que Melania usou na tomada de posse do marido, Donald Trump, como presidente dos EUA.

Downey disse que queria "ter um diálogo com a situação política" dos EUA e chamar a atenção para o estatuto de Melania como uma imigrante casada com um presidente que prometeu reduzir a imigração.

O escultor, conhecido como Maxi, nasceu no mesmo hospital de Melania, no mesmo mês, e agora trabalha principalmente como canalizador. "Sejamos realistas", diz num pequeno filme que é mostrado na exposição, "ela é dona de metade da América enquanto eu não tenho nada."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG