Escritor Ari Behn, ex-marido da princesa da Noruega, morre aos 47 anos

Autor de vários livros, Ari Behn casou-se com a princesa Marta Luísa da Noruega em 2002. Tiveram três filhas e divorciaram-se em 2017. O rei Haroldo V e a rainha Sónia afirmaram, em comunicado, que guardam "boas e calorosas memórias" do escritor.

"Foi uma parte importante da nossa família durante vários anos e guardamos boas e calorosas memórias dele". Foi assim que o rei Haroldo V e a rainha Sónia da Noruega lamentaram a morte de Ari Behn, o ex-marido da filha, a princesa Marta Luísa.

O representante do escritor revelou à agência de notícias NTB que Ari Behn se suicidou na quarta-feira, aos 47 anos.

Autor de vários livros e peças de teatro, Behn, nascido na Dinamarca, casou-se com a princesa em 2002. Foi através da mãe, que era a fisioterapeuta da princesa, que o escritor conheceu Marta Luísa.

O casal teve três filhas - Maud, de 16 anos, Leah, 14, e Emma, de 11 - , separou-se em 2016 e formalizou o divórcio no ano seguinte. "Sentimo-nos culpados por já não sermos capazes de proporcionar o porto seguro que as nossas filhas merecem", afirmou, na altura, a princesa.

Na altura do casamento, escreve a BBC, Behn era visto como um companheiro controverso para a mais velha dos dois filhos dos reis da Noruega. Era conhecido por um livro de contos, intitulado Sad as Hell, e por um vídeo em que aparecia ao lado de prostitutas e a consumir drogas durante uma festa em Las Vegas.

No ano passado foi publicado o último livro do ex-marido da princesa da Noruega, Em Inferno, o escritor relatava os seus problemas mentais.

Em dezembro de 2017, Ari Behn acusou Kevin Spacey de o ter tocado de uma forma inapropriada durante um evento público. O ator norte-americano nunca comentou esta acusação de assédio sexual, uma das muitas de que foi alvo.

No comunicado da Casa Real norueguesa, os reis afirmaram que se sentiam "gratos" por ter conhecido Ari Beh. "Era um bom amigo, um querido membro da nossa família", lê-se na nota. "Lamentamos que as nossas netas tenham perdido o seu amado pai", acrescentaram os reis da Noruega.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG