Entre o otimismo e a imprevisibilidade

Apesar de toda a segurança, o dia foi de alguma normalidade em Singapura. O diretor da Plataforma e enviado do Diário de Notícias a Singapura, José Carlos Matias, acompanha de perto os preparativos para o encontro entre Trump e Kim.

A histórica cimeira entre o presidente dos Estados Unidos Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong-un está a ser vivida em Singapura num clima de grande expectativa. Donald Trump afirmou que tinha a convicção que tudo iria correr bem, ao mesmo tempo que agradecia ao anfitrião da cimeira, Lee Hsien Loong com quem almoçou num ambiente marcado por otimismo de ambas as partes.

Contudo, subsistem incertezas sobre o resultado final do encontro de amanhã, nomeadamente no que diz respeito ao futuro processo de verificação da potencial desnuclearização da Coreia do Norte.

Nas ruas da cidade-estado, viveu-se um dia, apesar de tudo, marcado por alguma normalidade, excetuando as medidas de segurança apertadas e as restrições em torno dos hotéis onde os dois líderes estão instalados, no centro da cidade.

Mais difícil é o acesso à ilha de Sentosa, onde vai decorrer a tão aguardada cimeira, amanhã, terça-feira, dia 12 de junho às 9 da manhã (hora local), 2 da manhã (horas de Lisboa).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG